Digoreste Agro Talks reúne grande público

Um público de 60 pessoas participou do primeiro Digoreste Agro Talks, na noite de quinta-feira, 25, no SebraeLab, na sede do Sebrae Mato Grosso. O volume surpreendeu até mesmo os organizadores, a equipe da Digoreste Startup.

O objetivo do evento, que contou com apoio do Sebrae MT e do AgriHub, é possibilitar o encontro de empreendedores de startups, produtores e executivos para discutir formas de alavancar as inovações tecnológicas no agronegócio.

Segundo Henrique Culling, a expectativa da comunidade Digoreste é justamente fazer esse tipo de evento para promover networking e conhecimento. “Isso tudo favorece o cenário local na promoção de novas ideias, novos negócios. No final do evento rola todo esse networking e gera oportunidades e pode resultar em negócios”.

Ao apresentar um panorama geral do agronegócio em MT, Cleiton Gauer, gestor técnico do Imea (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária), ressaltou que os principais gargalos do agronegócio estão fora da fazenda, por isso, os empresários do setor são tão focados em melhorar a produtividade e efetividade da porteira para dentro. Em sua palestra, ele deu uma dica para os empreendedores de startups, que sempre incluam resultados econômicos ao apresentarem projetos para empresários do setor de agronegócio.

Ele destaca que tem informação e tecnologia, mas elas não “conversam” e não se consegue colocar tudo isso em prática. “É um desafio utilizar todas as informações que uma fazenda produz para conseguir gerar indicadores de tomada de decisão para o produtor. Temos várias tecnologias, mas elas não conversam entre si e tem o problema da falta de conectividade”.

Para Eduardo Colling, existem duas barreiras muito importantes, a primeira é falta de conectividade no campo. O outro problema, segundo ele é que a grande maioria das soluções voltadas ao agronegócio envolve tecnologias através de hardwares e o nosso ambiente ainda está  “engatinhando nesse ponto”.

Mesmo com os entraves, Cleiton ressalta que o campo tá buscando inovação, quer ver isso funcionar, quer ver a produtividade melhorar.

É o que fez Eduardo Knoll Farah, co-fundador da Gado Certo, também palestrante no evento. Filho de pecuarista em Tangará da Serra, ele aproveitou a própria experiência familiar para criar a Gado Certo, startup que ele chama de “Amazon do gado”. Criada há pouco tempo, já conta com 35 clientes ativos e o  foco é profissionalização da comercialização na pecuária.

Ele ressalta que existem em Mato Grosso 30 milhões de cabeças de gado e que 17 milhões são comercializadas anualmente. Destaca ainda que 70% do custo do pecuarista refere-se à compra de bezerro, por isso esse é um momento crucial para o produtor. Reafirma que a Gado Certo garante segurança, transparência, comodidade, inteligência uma vez que permite gerar dados, a um baixo custo.

Ele disse que existem no Brasil cerca de 300 startups de agronegócio e que apenas 8% são relacionadas à pecuária. “O potencial para startups no segmento de pecuária é muito grande, a pecuária precisa de tecnologia”.

Segundo ele, a revolução digital no agronegócio vai ajudar a aumentar a produção sem a necessidade de ampliação de área.

Terminadas as apresentações, houve um grande interesse do público em formular perguntas. Entre os muitos questionamentos, vários relacionados a mercado de consumo de carne, rastreabilidade animal e vegetal, mercado asiático, qualidade da carne brasileira, crescimento do movimento vegano, entre outros.

Próximos eventos

No próximo dia 21 de agosto, a Digoreste Startup promove o Marketing Experience, que vai acontecer  dentro do Univag. Eduardo Culling conta que vão trazer duas pessoas do mercado nacional para falar sobre marketing, um tema que a gente percebe que precisa de mais apoio.

“Vamos tratar não só do marketing convencional, mas mostrar o que empresas grandes como Nubank, Airbnb fazem e o que o cenário local pode aprender”, diz, adiantando que vão tratar também do growth hacking, uma temática nova dentro do marketing que trata do crescimento de empresas de forma muito rápida.

No mês de agosto ainda, haverá também evento em parceria com a Ramper sobre tecnologia voltada para vendas.